Empresa lança plataforma de e-commerce para serviços

Cliente: 
Postado em 16/07/2013

• Módulo do Superlógica facilita a vida de empresas que vendem serviços recorrentes com mensalidades ou assinaturas

• Sistema está preparado para emitir cobranças com boletos e cartões de crédito e ainda nota fiscal eletrônica

A Superlógica, empresa desenvolvedora de softwares para gestão de empresas e condomínios, acaba de lançar no mercado uma solução de e-commerce para serviços recorrentes (modalidade mensalidade/assinatura). O módulo de serviços está incorporado ao sistema de gestão da empresa, o Superlógica.

O módulo é muito similar a uma loja de produtos. A diferença é que o cliente contrata serviços recorrentes – mensalidades de serviços ou assinaturas de softwares (SaaS), por exemplo. O sistema está preparado para emitir boletos e cobranças com cartão de crédito (Visa, MasterCard, Elo e qualquer bandeira aceita pela Cielo), além de emitir nota fiscal eletrônica.

A gestão financeira das transações é feito pelo módulo financeiro do Superlógica, que roda nas nuvens (direto na web, sem necessidade de instalação) e foi criado especialmente para empresas de serviços que têm nas mensalidades a principal fonte de receita.

Para instalar a ferramenta, é necessário colocar um código no site da empresa, fazendo com que esteja integrado ao sistema. A partir daí, os clientes poderão contratar os serviços diretamente pelo site, sem necessidade de contato com vendedores.

“Este processo de contratação alimenta um completo sistema de gestão financeira e de contratos. Nele, é possível fazer toda a gestão de clientes e respectivas mensalidades, bem como o controle de inadimplência”, diz Carlos Cêra, diretor de produtos da Superlógica.

Material extra

A Superlógica publicou um manual de integração do módulo de e-commerce de serviços - clique para ver o PDF.

Sobre a Superlógica

Fundada em 2001, a Superlógica é uma empresa brasileira que oferece soluções em softwares de gestão para empresas e condomínios. Com presença em todo o território nacional, tem seus sistemas utilizados por mais de um milhão de unidades imobiliárias, cerca de 15 mil condomínios e mais de 1.000 empresas.